Proaeci vai coletar informações sobre políticas de assistência após Sisu

A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis e Cidadania (Proaeci) constituiu nesta quinta-feira, dia 28, uma comissão especial para, no prazo de 30 dias úteis a contar a partir de 2 de maio, coletar e organizar informações sobre políticas de assistência e permanência estudantil a partir da adesão de universidades federais ao Sistema de Seleção Unificada do Ministério da Educação (Sisu).  

O trabalho desta comissão é preliminar e vai subsidiar as ações de uma outra comissão, a ser criada pela Reitoria com a participação de representantes da comunidade universitária (professores, servidores, estudantes), para adaptar a atual política de assistência da Ufes às necessidades que venham a surgir com a adesão integral ao Sisu como única forma de ingresso nos cursos de graduação.

“A comissão constituída é provisória e composta por três servidores da Proaeci que ficarão encarregados de levantar esses dados. Eles poderão visitar outras universidades que já haviam aderido ao Sisu e mesmo o Centro Universitário Norte do Espírito Santo (Ceunes), no campus de São Mateus, para levantar as necessidades que surgiram após a adesão ao sistema. As informações serão entregues à comissão a ser criada pela Reitoria para a elaboração de uma política de assistência estudantil a ser implantada a partir desta nova realidade”, explicou o pró-reitor de Assuntos Estudantis e Cidadania, Gelson Junquilho.

O pró-reitor disse ainda que, segundo informações da Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (Proplan), com a adesão da Ufes ao Sisu a previsão é que sejam destinados à Universidade mais R$ 5 milhões, a partir de 2017, em recursos do Plano Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes) a serem destinados para a assistência estudantil.

Programa 

A Ufes possui o Programa de Assistência Estudantil (Proaes), que contempla ações que proporcionem ao estudante de graduação presencial condições que favoreçam a sua permanência na Universidade e a conclusão do curso superior sem retenção ou evasão.

O Proaes oferece os auxílios alimentação, moradia, transporte e material de consumo, além de bolsa de estudo, conforme edital específico, no Centro de Línguas para a Comunidade (CLC), e empréstimo estendido de livros em todas as bibliotecas cadastradas no sistema de bibliotecas. Atualmente, 5.220 estudantes são beneficiados pelo Proaes.

Os estudantes cadastrados no Programa também têm direito de participar dos projetos oferecidos pelos setores que prestam assistência estudantil em todos os campi, de acordo com a disponibilidade e os critérios estabelecidos em cada iniciativa.

Estar matriculado em disciplinas dos cursos de graduação presencial da Ufes, ter renda familiar bruta mensal igual ou inferior a 1,5 salário mínimo per capita e não possuir outro curso superior completo são alguns dos principais critérios utilizados para a concessão dos benefícios.

Texto: Thereza Marinho

Transparência Pública
Acesso à informação
Reuni

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo - 2008 - 20013 - Todos os direitos reservados